Vereador Edivan Enfermeiro denuncia falta de pagamento aos funcionários do hospital regional de Mairi

Os funcionários do Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães (HDLEM), em Mairi-BA, estão há 2 meses sem receber salários e os médicos estão há 3 meses, causando transtorno a toda população mairiense e das cidades circunvizinhas. 

É preciso destacar que o hospital atende 10 cidades da região, com uma população estimada em 200 mil habitantes. Essa semana o hospital ficou sem médico, causando transtorno a toda população da região. O atendimento está praticamente suspendido e apenas atendendo casos de extrema emergência.

Segundo o vereador Edivan Enfermeiro, a gestão do HDLEM é de responsabilidade da SESAB, do Governo do Estado da Bahia e da Pró Saúde.

"É preciso que esses trabalhadores recebam os seus salários, que é de direito. Todos eles possuem contas e despesas e estão passando por dificuldades devido a falta do pagamento, além da péssima situação de trabalho ofertada com a falta de medicamentos e de materiais básicos para atendimento como seringas, soros e anti-inflamatórios fazem com que os profissionais tenham receio de até piorar a situação dos doentes. É lamentável, mas é uma realidade crítica vivida no munícipio de Mairi devido a péssima Gestão da Pró Saúde e do Governo do Estado", disse Edivan.

Nota da Pró-Saúde

A direção do Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães (HDLEM) informa que todos os esforços estão sendo direcionados para normalizar a situação referente aos pagamentos dos profissionais da unidade, mas depende dos repasses da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o que até o momento não foi realizado.

O déficit da Sesab com o hospital é de R$ 1,6 milhão. Há mais de 40 dias, a direção vem notificando, por meio de ofícios e agendamento de reuniões, a Secretaria de Saúde e o Governo do Estado sobre a situação da unidade, e aguarda resposta.

Tão logo o repasse seja realizado, a direção efetuará pagamentos dos colaboradores, prioritariamente, além de quitar dívidas com fornecedores e impostos.

A direção do hospital reitera o seu compromisso com os profissionais e aguarda os repasses necessários para regularizar a situação.

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de meio século. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil.
Vereador Edivan Enfermeiro denuncia falta de pagamento aos funcionários do hospital regional de Mairi Vereador Edivan Enfermeiro denuncia falta de pagamento aos funcionários do hospital regional de Mairi Reviewed by Agmar Rios on 7/05/2019 11:27:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário