Nota Informativa: Dia Mundial de Luta contra Hanseníase

O Dia Mundial de Luta contra Hanseníase é celebrado sempre no último domingo de Janeiro de cada ano. A data tem como objetivo esclarecer a população sobre as causas, os sintomas e o tratamento da doença que ainda gera muito preconceito.

Durante a semana todas as Unidades de Saúde da Família desenvolveram atividades Educativas sobre a Hanseníase e busca ativa de casos suspeitos.

O que é a hanseníase?

É uma doença transmissível que acomete principalmente a pele e os nervos periféricos. Pode atingir rosto, olhos, orelhas, nariz, braços, mãos, pernas e pés. Demora de 2 a 7 anos, em geral, para o aparecimento dos primeiros sintomas. A hanseníase pode causar deformidades físicas, mas isso pode ser evitado com diagnóstico precoce e tratamento imediato.

AS PESSOAS EM TRATAMENTO PODEM LEVAR UMA VIDA NORMAL NO TRABALHO, NA FAMÍLIA E NA SOCIEDADE.

Como saber se uma pessoa está com hanseníase?

Fique atento aos sinais e sintomas descritos abaixo:

• Uma ou mais manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo com diminuição ou perda da sensibilidade ao calor, à dor e ao tato, a pessoa se queima e se machuca sem perceber;
• Caroços e inchaços no corpo, em alguns casos avermelhados e doloridos;
• Dor e sensação de choque, fisgadas e agulhadas ao longo de nervos dos braços, mãos, pernas e pés;
• Áreas da pele com diminuição dos pelos e do suor;
•Engrossamento do nervo que passa no cotovelo, levando à perda da sensibilidade e/ou diminuição da força do 5º dedo;

Como se transmite a hanseníase?

A hanseníase é transmitida por meio das vias aéreas superiores (fala, tosse, espirro).
A transmissão se dá por meio de uma pessoa doente e sem tratamento. A hanseníase não passa por abraço, aperto de mão ou carinho. Em casa ou no trabalho, não é necessário separar as roupas, os pratos, os talheres e os copos.

Como se trata a hanseníase?

Hanseníase tem cura. O tratamento é feito com a PQT (Poliquimioterapia), que é um coquetel de antibóticos. A PQT tem apresentação em cartelas com capsulas para uso oral e é fornecida pelo serviço de saúde. O paciente deve tomar uma dose mensal na Unidade de Saúde (dose supervisionada) e as demais doses são autoadministradas (pelo paciente em sua moradia), adotando, ao mesmo tempo, cuidados com olhos, mãos e pés para prevenção de incapacidades.

A PQT é uma combinação de medicamentos seguros e eficazes. O esquema de tratamento depende da classificação da doença (Paucibacilar-PB ou Multibacilar-MB). O tratamento PB é realizado com 6 doses em até 9 meses e o MB, com 12 doses em até 18 meses.
Durante o ano de 2018 o município de Mairi registrou 12 casos novos da doença, o tratamento é ofertado gratuitamente em todas as Unidades de Saúde da Família.
Hanseníase: identificou, tratou, curou.

Fonte: www.mairi.ba.gov.br






Nota Informativa: Dia Mundial de Luta contra Hanseníase Nota Informativa: Dia Mundial de Luta contra Hanseníase Reviewed by Agmar Rios on 2/04/2019 05:26:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário