O Desespero em Brumadinho - Poesia do professor Antônio

Professor Antônio, de Mairi-BA.

Ocorreu em território mineiro
Algo de estremecer o coração
De um plano mal elaborado
Que causa muita desolação
Morte, choros e desesperos
Que abalou o mundo inteiro
Trazendo forte destruição

O sofrimento foi desesperador 
De quem perdeu alguém pra morte
E não deve se queixar de Deus
Nem tão pouco, de sua sorte
Procurem encontrar os culpados
Aqueles que planejam errado
Pra isso, precisam ser fortes

Brumadinho, meu Brumadinho
Todo planeta sente sua dor
Por causa da lamentável tragédia 
Que em ti se instalou
Aqueles que salvaram as vidas
Choram por outras perdidas
Recebam enfim o meu amor

Saiba, meu Brumadinho
Que estamos em agonia
De ver famílias destruídas 
Perdemos a nossa alegria
Mairi também entristece 
Mais sabe que tu mereces 
Voltar ao que foste um dia

Quem não morreu soterrado
Hoje se encontra contaminado
Por esses rejeitos malditos
De um plano que deu errado
Mas não percam a esperança 
E conservem a confiança 
De que Deus está do seu lado

Essa tragédia foi vista 
No solo do nosso Brasil
Trazendo muita tristeza
Por causa de um plano imbecil
Pondo fim a muitas vidas 
Sem direito a despedidas 
Mais ninguém a assumiu

Tristonho, vou me despedindo 
Muito triste em escrever 
Sobre esse escandaloso desastre 
Sem tempo para socorrer 
Um povo engolido na lama
Deixando na mídia triste fama
Espero não mais ocorrer.

Autor: Antonio Carlos Dias dos Santos
Tema: Desastre em Brumadinho
Cidade: Mairi-BA
E-mail: antoniop_mb@hotmail.com
CEP: 44.630-000

# Assim como a população de Brumadinho, deixo a minha dor compartilhada, e o desejo que essas famílias encontrem no Todo Poderoso a razão para todo o seu consolo.
O Desespero em Brumadinho - Poesia do professor Antônio O Desespero em Brumadinho - Poesia do professor Antônio Reviewed by Agmar Rios on 2/08/2019 05:04:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário