Professor Albino Rubim recebe Comenda Dois de Julho no dia 02 de maio

A Assembleia Legislativa da Bahia concede, no dia 02 de maio (quarta-feira), a Comenda Dois de Julho ao professor da Universidade Federal da Bahia, Albino Rubim, pesquisador de políticas culturais e ex-secretário estadual de cultura. A mais alta condecoração do parlamento baiano será entregue em sessão especial no Plenário da Casa, às 09h30, pela deputada estadual Neusa Cadore, proponente do título.

“Estamos felizes com a oportunidade de entregar essa honraria ao professor Albino, que tem dado uma importante contribuição para o Brasil e a Bahia no campo da política, da comunicação e da cultura, principalmente. No momento em que o Brasil atravessa um grave retrocesso social e uma crise civilizatória sem precedentes, é imprescindível discutir o lugar da cultura na defesa da nossa democracia e a trajetória do nosso homenageado perpassa por todas essas lutas”, destacou a parlamentar.

A atividade contará com a presença da secretária estadual de Cultura, Arany Santana, de lideranças políticas, professores, artistas, dentre outros segmentos.

Homenageado - Albino Rubim é formado em Comunicação pela Universidade Federal da Bahia e em Medicina pela Escola Baiana de Medicina, mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo e pós-doutor em Políticas Culturais pela Universidade de Buenos Aires e Universidade San Martin.

É pesquisador I-A do CNPq, integrante do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT) e professor do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade. Na UFBA foi o primeiro diretor do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (HIAC/UFBA); diretor da Faculdade de Comunicação, por três vezes; coordenador do Programa de Comunicação e Cultura Contemporâneas; Foi presidente da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (COMPÓS). Recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Entre 2011 a 2014, foi Secretário de Cultura da Bahia período em que deu visibilidade a diversidade cultural da Bahia, a exemplo da realização dos Encontros das Culturas Negras, das Celebrações das Culturas dos Sertões e das Caravanas Culturais que percorreram os 27 territórios de identidade. Como secretário, articulou a aprovação da Lei Orgânica da Cultura (2011), o Plano Estadual do Livro e Leitura (2014); o Plano Estadual de Cultura (2014); a Política Setorial de Museus (2014); a criação do Centro de Culturas Populares e Identitárias (2011) e do Centro de Formação em Artes (2011); o funcionamento do Programa (2011) e da Rede (2012) de Formação e Qualificação em Cultura; além de coordenar duas conferências estaduais de cultura (2011 e 2013). Entre 2007 e 2009, presidente do Conselho Estadual de Cultura.

Albino Rubim contribuiu para fortalecer a institucionalidade e a organização do campo cultural; a territorialização das políticas culturais; a diversidade cultural e os diálogos interculturais; a economia criativa e da cultura; a ampliação do Fundo de Cultura da Bahia; a democratização do fomento à cultura e as transversalidades da cultura.

Intelectual renomado, Albino Rubim é autor de uma rica bibliografia dos quais se destacam alguns títulos publicados individualmente ou em co-autoria como: Comunicação e Política; Marxismo, Cultura e Intelectuais no Brasil; Políticas Culturais no Brasil; Políticas Culturais na Bahia Contemporânea; Políticas Culturais na Ibero-América; Políticas Culturais, Democracia & Conselhos de Cultura; Políticas Culturais no Governo Lula; Panorama da Gestão Cultural na Ibero-América; A Ousadia da Criação. Universidade e Cultura; Cultura e Políticas Culturais na Bahia; Política Cultural e Gestão Democrática no Brasil.

Ascom Neusa Cadore
Professor Albino Rubim recebe Comenda Dois de Julho no dia 02 de maio Professor Albino Rubim recebe Comenda Dois de Julho no dia 02 de maio Reviewed by Agmar Rios on 4/24/2018 11:49:00 AM Rating: 5
Postar um comentário