Em crise, Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães pode fechar as portas em Mairi

O Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães (HDLEM), situado no município de Mairi, cerca de 300 km de Salvador, está prestes a fechar as portas. Segundo denúncias, os médicos estão sem receber salários há três meses, os fornecedores não estão sendo pagos e não há medicamentos na unidade de saúde.

Em nota enviada ao Bocão News, na tarde desta quinta-feira (15), a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) afirmou que está em dia com as suas obrigações junto à ProSaúde, administradora da unidade hospitalar, e que as questões trabalhistas devem ser tratadas pelos funcionários junto à empresa.

A direção do Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães (HDLEM) informou, por meio da assessoria de imprensa, que não procedem as informações sobre falta de medicamentos. A unidade hospitalar afirmou que o estoque está abastecido normalmente. 

Quanto ao pagamento de médicos, a assessoria explicou que existe um único atraso pontual – e não de três meses –,  e que não interfere no serviço prestado. A direção destaca, ainda, que está em tratativas com o Governo da Bahia para normalizar os repasses e, consequentemente, efetuar os pagamentos de prestadores de serviços e fornecedores.

Ainda de acordo com informações da assessoria de imprensa, em 2017, o HDLEM realizou uma média mensal de 105 internações, 15 cirurgias, 12 partos, 3.966 exames, 580 consultas ambulatoriais e outras 4.831 no Pronto-Socorro, totalizando mais de 9 mil atendimentos. 

Fonte: Bocão News
Em crise, Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães pode fechar as portas em Mairi Em crise, Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães pode fechar as portas em Mairi Reviewed by Agmar Rios on 2/15/2018 08:35:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário