Prefeituras entorno a Mairi cortam salários e demitem funcionários para conter crise; União dos Municípios da Bahia comenta

Prefeituras relativamente próximas a Mairi estão sofrendo com a baixa da arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e são obrigadas a demitir ou reduzir salários de seus funcionários. Itiúba, Quixabeira e Piritiba, por exemplo, estão entre as cidades que precisaram rescindir contratos para tentar se sustentar.

Em Itiúba, funcionários públicos foram exonerados em massa, em agosto, segundo divulgou o portal Bonfim Notícias. Ainda de acordo com o BN, muitos servidores deixaram o cargo público com salários atrasados.

Situação semelhante aconteceu eu Quixabeira. O blog Valente em Notícias noticiou que dezenas de funcionários seriam desligados de seus cargos, com exceção de médicos e diretores escolares.

De acordo com o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), essas demissões se dão por conta da arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que despencou 20% em relação ao ano passado.

O presidente Michel Temer anunciou em meados de agosto o rombo das finanças federais para R$ 159 bilhões, R$ 20 bilhões a mais que o previsto. O Governo ainda anunciou que vai ampliar os cortes nos repasses para Estados e Municípios.
Prefeituras entorno a Mairi cortam salários e demitem funcionários para conter crise; União dos Municípios da Bahia comenta Prefeituras entorno a Mairi cortam salários e demitem funcionários para conter crise; União dos Municípios da Bahia comenta Reviewed by Agmar Rios on 9/15/2017 06:14:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário