Barragem de Pedras Altas atinge nível crítico e Embasa reforça racionamento

Desde o primeiro semestre deste ano, a Embasa começou o fornecimento de água em regime de racionamento na região e vinha fomentando a sensibilização da comunidade em relação ao uso racional da água. Porém, as ações não foram suficientes para contornar a situação. “Vamos ampliar a captação no manancial de São José do Jacuípe, pois essa é a alternativa mais viável para que não tenhamos uma forte restrição de oferta nos próximos meses”, destaca o gerente regional da Embasa, Euvaldo dos Santos Neto. “Conclamamos a população a intensificar os hábitos de consumo racional da água”, acrescenta.

Qualidade da água – A barragem de São José do Jacuípe tem mais de 36 milhões de m³ de água disponíveis, suficiente para fazer o reforço do abastecimento até que haja chuvas para reposição em Pedras Altas. Com o aumento da captação na barragem de São José do Jacuípe, a população pode notar mudanças nas características da água. A água tem teor de cloretos maior do que o habitual e, por isso, apresenta um sabor característico de sais. Esta condição não afeta a saúde e não compromete a qualidade da água nos aspectos bacteriológicos.

Municípios afetados – Candeal, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Gavião, Ichu, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Quixabeira, Riachão do Jacuípe, São Domingos, São José do Jacuípe e Valente.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embasa
Barragem de Pedras Altas atinge nível crítico e Embasa reforça racionamento Barragem de Pedras Altas atinge nível crítico e Embasa reforça racionamento Reviewed by Agmar Rios on 9/05/2017 03:42:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário