Quatro pessoas foram presas em operação policial no povoado de Malhada Nova, município de Macajuba

O povoado de Malhada Nova, no município de Macajuba, durante algum tempo ficou refém da família Moreira Brito. Incentivados pelos seus genitores, oito irmãos, impunham terror e medo na pacata população do local. 

Os envolvidos são acusados de dois homicídios e quatro tentativas de homicídios e usam da coação, da ameaça, do uso de arma de fogo para calar suas vítimas e testemunhas. 

No povoado era comum o roubo de gado e os autores, vulgarmente conhecidos como Gude, Zaza, Bicão, Aringo, Poró, Índio, Léo e Garão, usavam da imposição do terror e da ameaça a fim de que ninguém os denunciasse.

Em janeiro deste ano, Ajurimar, popularmente conhecido como Tutu e em outubro, Edilson, ambos homens simples e lavradores da região, foram mortos pelos denunciados porque resolveram não se calar e denuncia-los como ladrões de gado. Pagaram com a vida.

Da mesma sorte, Cosme, Coquinha, Diego e Antoniel, também sofreram tentativa de homicídio, pelos brutamontes, pelo simples fato de denunciar os meliantes e colaborar com Edilson não localização do seu gado roubado. 

No mês de outubro, dois irmãos dos acusados foram mortos no município de Macajuba, certamente em represália da população, por não mais suportar os desmandos da quadrilha. Desta forma, a polícia civil de macajuba passou a fazer uma investigação para conseguir prender os irmãos meliantes. 

Por residir em local de difícil acesso e com uma visão privilegiada, sempre que eram procurados pela polícia, os acusados se escondiam e empreendiam fuga e não atendiam a intimação policial.

Na madrugada desta quinta-feira, 08 de dezembro de 2016, em cumprimento a decisão judicial prolatada nos autos de n° 0000657-93.2016.805.0218, a Policia Civil de Macajuba, no comando do Delegado de Polícia Civil, Almir Góes, com importante apoio de duas guarnições da CIPE Chapada, de uma da Rondesp, da Policia Militar de Macajuba e Baixa Grande, da 12ª Coordenadoria de Policia Civil de Itaberaba e da Delegacia de Polícia Civil de Pintandas, realizou a operação denominada "Malhada Nova", com a finalidade de cumprir os mandados de prisão e de busca, todos autorizados pela justiça criminal. 

Ao chegar ao local, conhecido como Fazenda Jibóia, onde reside os indiciados José Moreira Brito (Zaza), Sergio Moreira Brito (Gude) Carlos Moreira Brito (Aringo) e Jario Moreira Brito (Bicão), por volta das 06 horas, cercada a casa pela polícia, foram recebidos pelo genitor dos acusados, que de arma de fogo em mãos, se recusou a permitir a entrada e busca da polícia no local, resistindo a ordem policial e judicial, e se negou a aceitar a rendição e de posse de uma espingarda, disparou contra a equipe policial, que revidou a injusta e ilegal agressão, tendo o agressor, Jaime Bonifácio Brito, sido atingido pelos disparos nas pernas e mesmo ferido, negava-se a entregar-se a polícia e permitir a entrada da mesma, o que só foi feito após ser dominado pelo Delegado da cidade de Macajuba com o apoio do IPC Marcos Antonio e Samuel Brito.

Que o ferido foi de logo conduzido até o hospital da cidade de Macajuba e deste para o Hospital da cidade de Mairi, sendo liberado pela equipe médica e recolhido ao xadrez. 

Que foram encontradas duas com Jaime Bonifácio, duas espingardas de fabricação manual/caseira, uma de cano longo e outra de cano curto. Também, se encontrava no local, escondidas debaixo da cama, Aida Moreira Brito e Maria Moreira Brito, irmãs dos acusados e Iraci Moreira do Carmo, mãe dos acusados e apontada como a maior incentivadora para conduta criminal dos acusados. Que foi encontrada, ainda, com a Sra. Iraci uma terceira espingarda.

Foram lavrados os flagrantes por porte ilegal de arma, desobediência e resistência, contra JAIME e IRACI, que ainda presos, a todo tempo desafiava toda equipe policial. 

A operação obteve exito em prender Erivaldo Moreira Brito, o Léo e João Batista Moreira Brito, o Garão, e os demais acusados encontram-se foragidos. 

 A Policia Civil e Militar de Macajuba, não cessaram os esforços até que consiga prender os demais elementos que tentam de toda forma continuar impondo terror e medo na pacata comunidade.

Atenção essa nota foi enviada pela polícia para os blogs de Macajuba e região, estamos cumprindo com o nosso papel de informação.

Fonte: Dr. Almir Góes
Imagens enviadas pela polícia.





Quatro pessoas foram presas em operação policial no povoado de Malhada Nova, município de Macajuba Quatro pessoas foram presas em operação policial no povoado de Malhada Nova, município de Macajuba Reviewed by Agmar Rios on 12/09/2016 05:58:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário