Vaqueiros de Mairi, Baixa Grande e região, ocupam Esplanada dos Ministérios contra proibição da vaquejada

Dedel de Mairi e amigos.

Na manhã desta terça-feira, 25 de outubro de 2016, cerca de 10 mil manifestantes ocupam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para protestar contra decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de proibir a realização de vaquejadas no Brasil.

Vários vaqueiros, realizadores e organizadores de vaquejadas, de Mairi, Baixa Grande, Capim Grosso, Nova Fátima, Gavião, Capela do Alto Alegre, Pintadas e outros municípios da região, estão participando do ato.
Batizada de Marcha dos Vaqueiros, a manifestação levou para os espaços animais e caminhões. Os manifestantes pedem que o STF revogue a decisão sob alegação que a suspensão de vaquejadas causaria prejuízos financeiros para o Brasil além de ser um dano para a cultura do Nordeste.

Em nota divulgada hoje, a Secretaria da Agricultura do Estado (Seagri) da Bahia afirmou que é favorável à manutenção da prática esportiva da vaquejada. "A equideocultura é a segunda atividade econômica da pecuária nacional, e a Bahia possui o 1º plantel de equídeos nacional (Equinos, Muares e Asininos), o que contribui significativamente para a economia regional do setor agropecuário, responsável pela geração de milhares de postos de trabalho, disse a Seagri.

Segundo estimativas da Associação Baiana de Vaquejada, atualmente são realizados mais de quatro mil eventos do tipo na Bahia, movimentando R$ 800 milhões por ano, e gerando cerca de 720 mil empregos, sendo 120 mil diretos e 600 mil indiretos.

Vaqueiros de Mairi, Baixa Grande e região, ocupam Esplanada dos Ministérios contra proibição da vaquejada Vaqueiros de Mairi, Baixa Grande e região, ocupam Esplanada dos Ministérios contra proibição da vaquejada Reviewed by Agmar Rios on 10/25/2016 01:26:00 PM Rating: 5