sábado, 27 de agosto de 2011

População faz manifestação na Câmara de Vereadores de Mairi

Em Sessão realizada na noite da última sexta-feira, dia 26 de agosto, na Câmara de Vereadores de Mairi, a população lotou o plenário da Casa e fez uma grande manifestação com faixas protestando e interrompendo as falas dos vereadores por várias vezes.
Os moradores das comunidades do Recreio, Reviver, Tv. Sete de Setembro, Vila do Padre e da Praça André Luiz Nunes fizeram à manifestação pedindo que os vereadores da oposição votassem no Projeto de Lei n° 1.297/11, que "Autoriza o Poder Público a contratar operação de crédito, oferecer garantias e dá outras providências" com a DESENBAHIA, até o valor de R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais) destinado ao financiamento para execução de obras e serviços de infraestrutura urbana e saneamento, de conformidade com as regras estipuladas pelas normas pertinentes e pelo disposto nesta Lei, com base na Taxa de Juros de Longo Prazo TJLP, acrescida de 6% (seis) ao ano, com prazo de 8 (oito) anos e carência de 01 (um) ano.

A operação de crédito que versa o presente Projeto de Lei, tem por objetivo a captação de recursos para viabilizar a execução de pavimentação em paralelepípedos de ruas, travessas e avenidas na Sede do Município, Povoados, e Distritos e das Praças na Sede e no Distrito de Angico.

O Projeto foi colocado em votação nesta sexta-feira (26) e não foi aprovado. José Allan, Mundinho do Bar, Roque Nilson e Luiz do Angico foram os vereadores da situação que votaram a favor. Genó, Jonilson, Rogério, Lalinho, e Ruy da Sucan, foram os vereadores da oposição que votaram contra.
Para José Allan, vereador da situação, esta sexta-feira foi um dia triste para o Legislativo Municipal, onde a Câmara de forma inesperada rejeitou um projeto que iria beneficiar aproximadamente cerca de 27 ruas do município e a construção de duas praças. “Esse empréstimo não ia onerar em nada nos cofres públicos, não iria de forma nenhuma comprometer o grau de capacidade de investimento do município, e a gente fica triste, porque na verdade é um projeto que iria beneficiar o povo do município de Mairi, e não foi aprovado unicamente por questão política de 2012, quem assistiu e ouviu os depoimentos dos vereadores da oposição, eles só não aprovaram o projeto, pensando na eleição de 2012, só por isso, essa é a única justificativa”, disse Allan.

Segundo Jonilson Cerqueira, vereador da oposição, o município não tem condições de tomar esse empréstimo e por esse motivo ele e os vereadores da oposição votaram contra. “Nós vereadores da oposição temos consciência do que a gente quer para nosso município de Mairi, sempre queremos o melhor para o município e para o povo dessa terra, e sempre desde o início do meu mandato assumir com muita responsabilidade e compromisso com o meu povo. Referente a isso, nós já fizemos várias indicações, vários requerimentos para que o prefeito pudesse executar obras em nosso município, através de recursos próprios ou a fundos perdidos, através de projetos de convênio com entidades governamentais, federal, estadual e filantrópica para não endividar o município”, disse Jonilson.





Clique aqui e saiba mais sobre o Projeto